Amigos do Palacinho

Por iniciativa de profissionais pioneiros, de diversas áreas de atuação, e com o objetivo de cumprir a trilogia de projetos que incluía a realização da Exposição Siqueira Campos, um Estadista do Norte Goiano ao Tocantins, a publicação de um livro que conta a história de cronologia da exposição e a produção de um documentário com o mesmo conteúdo e tema, é que foi criado, no início de 2019, o grupo Amigos do Palacinho.

O nome é em referência ao Museu Palacinho, primeira edificação em Palmas, a capital do Tocantins, planejada e fundada em 20 de maio de 1989, logo após a criação do estado do Tocantins pela Constituição de 1988. Dialogar e encontrar soluções que possam viabilizar apoio e suporte para melhorias e conservação do museu Palacinho, o museu histórico do Tocantins, é um trabalho contínuo dos Amigos do Palacinho.

O grupo realizou inúmeras reuniões para discutir as ações imediatas pela realização dos projetos e revitalização do Palacinho, devolvendo o museu histórico à sociedade tocantinense.

O Grupo conquistou adesões e apoio de empresários, políticos e poder público e foi ganhando força para a realização das ações e se tornou o Instituto Amigos do Palacinho, o que possibilitou a celebração de um Termo de Parceria com o governo do estado para gestão do museu Palacinho.

Amigos do Palacinho tem o compromisso de fazer com que a história de luta pela criação do estado do Tocantins não seja esquecida, promovendo o resgate da história e a realização de ações como a exposição que hoje está abrigada no museu e resultou na publicação de um livro e um documentário relatando a ordem cronológica dos fatos desde o século XVII até a proclamação de criação do Tocantins, realizando o sonho de toda uma sociedade.

 

Marcações: